Protheus

O que são e para que servem os módulos de um ERP?

o-que-sao-e-para-que-servem-os-modulos-de-um-erp.jpeg
Escrito por Compila Soluções

Provavelmente, você já ouviu falar em módulos de ERP. Acontece que nem sempre o conceito de módulo é explicado para quem não faz parte do mundo da tecnologia da informação (TI), o que acaba por tornar o termo um jargão da área.

Continue lendo para entender a definição de ERP modular e também conhecer quais são os principais tipos de módulos de ERP existentes hoje no mercado!

O que são módulos de ERP, afinal?

Os módulos são, basicamente, agrupamentos de funcionalidades que criam sequências lógicas de atividades, processamento e armazenamento de dados. E o caráter modular dos softwares de gestão empresarial (ERP) reflete duas visões: por departamento e por segmento. Entenda a seguir:

Visão departamental

Nesta visão, quando nos referimos aos módulos de ERP, estamos falando dos departamentos de uma empresa que são abarcados. Assim, há os módulos contábeis, de finanças, de compras, de vendas, de faturamento, e assim por diante.

Na prática, quando o módulo do ERP é departamental, todos os processos de uma única área dentro da empresa estão alocados dentro de uma única tela. Isso facilita bastante o dia a dia dos usuários e também ajuda os gestores a terem maior controle das atividades realizadas no sistema.

Outro ponto interessante é o controle da informação. Com este caráter modular por departamento, é possível evitar que profissionais de outros departamentos acessem funcionalidades de folha de pagamentos (que são de responsabilidade do RH), por exemplo. Somente os usuários autorizados têm acesso ao módulo.

Visão por segmento

Seguindo a mesma lógica, é possível que o fabricante de ERP também crie módulos específicos para cada tipo de empresa. Isso porque cada segmento de mercado possui as suas especificidades e necessidades. Uma empresa de varejo tem processos e precisará de funcionalidades muito diferentes de uma seguradora, certo?

Quais são os principais tipos de módulos de ERP?

Agora que você já entendeu o que é um módulo, em suas duas perspectivas, podemos avançar para entender os três principais tipos que podem ser encontrados dentro de um ERP: operacionais, táticos e estratégicos.

Módulos operacionais

Os módulos operacionais, como o próprio nome sugere, são aqueles que fazem parte das operações das empresas, de suas atividades rotineiras. Logicamente, eles variam conforme o segmento de atuação de cada negócio. Em linhas gerais, os mais comuns são:

  • Armazenagem e distribuição;

  • Estoque;

  • Contabilidade;

  • Custos;

  • Financeiro;

  • Faturamento;

  • Planejamento e controle orçamentário;

  • Frotas;

  • Contratos

  • Livros fiscais;

  • Qualidade;

  • Planejamento e controle de produção;

  • Recursos humanos.

Módulos táticos

Os módulos táticos, também chamados de verticais, são aqueles de setores específicos de mercado. Dentre os mais comuns, podemos destacar:

  • Automação comercial;

  • Comércio exterior;

  • Gestão de acervos;

  • Plano de saúde;

  • Gestão educacional;

  • Gestão de transportadora.

Módulos estratégicos

Por fim, como o próprio nome já esclarece, são aqueles que abarcam as funcionalidades que auxiliam nas questões de inteligência do negócio. Alguns deles são:

  • Gestão do relacionamento com os clientes;

  • Gestão de processos;

  • Gestão de indicadores;

  • Gestão da cadeia de suprimentos;

  • Gestão do conhecimento;

  • Gestão do tempo.

Que tal esta definição dos módulos de ERP? Aprenda mais baixando agora o Guia definitivo sobre ERP!

Sobre o autor

Compila Soluções

Deixar comentário.

Share This